CONFRARIA • Filhos & Amigos de Arapiraca

NOTÍCIAS

15 de Abril de 2018 as 18:30

Maceió registra furto de 1,6 mil metros de cabos de energia

Segundo Eletrobras, material subtraído no primeiro trimestre deste ano representa prejuízo de R$ 42 mil para distribuidora

Nos primeiros três meses de 2018, a Eletrobras Distribuição Alagoas já registrou 1.641 metros de cabos furtados apenas na Capital. A ação criminosa causou prejuízos avaliados em R$ 42 mil nesse trimestre com as substituições do material furtado.

De acordo com a distribuidora, em todo o ano de 2017, em Alagoas, o número de fios furtados chegou a 10,67km.

Ainda segundo a Eletrobras, 80% dos furtos são na região metropolitana.

A Eletrobras informa que realiza a reposição dos cabos furtados a partir da constatação do furto que ocorre por meio de denúncia da população ou por meio de registro de falta de energia.

Ainda segundo informações repassadas pela empresa, quando a autoria do roubo é descoberta e, caso seja comprovada a identificação do autor do ato, a empresa notifica e dá os encaminhamentos necessários para o ressarcimento.

A distribuidora ressalta que além dos prejuízos financeiros, a ação de meliantes compromete também o fornecimento de energia elétrica para a população.

INTERIOR

Em janeiro deste ano em Arapiraca, os fios de alta tensão instalados ao longo do Lago da Perucaba foi alvo fácil para ladrões e vândalos.

Segundo relatos, quando anoitecia a população sofria com a escuridão.

O espaço, localizado no bairro Zélia Barbosa Rocha, teve os fios de alta tensão roubados e o transformador de energia elétrica apresentava defeitos.

A equipe da distribuidora esteve no local atendendo à solicitação da prefeitura, através da Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

Os técnicos da Distribuidora que foram até a cidade explicaram que, quando estavam realizando o reparo em um transformador, que seria a causa da queda de energia, foi detectado um segundo problema na rede de iluminação pública, em uma das caixas de passagem de alta tensão.

O problema foi causado por atos de vandalismos. Técnicos do município explicaram que, no período de um ano, essa teria sido à terceira vez que cabos de energia tinham sido roubados.

RECEPTORES

Os técnicos da distribuidora acreditam que após o roubo, a fiação é descascada e queimada para ser vendida em ferros-velhos.