CONFRARIA • Filhos & Amigos de Arapiraca

NOTÍCIAS

15 de Setembro de 2020 as 18:00

Número de acidentes de trânsito cresce mais de 13% em Alagoas

As rodovias estaduais de Alagoas registraram um aumento nos acidentes de trânsito de mais de 13% durante o isolamento social em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Os dados são do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv). Ao TH Entrevista, o comandante do BPRv, tenente-coronel Liziário Júnior, disse que de janeiro a agosto desse ano foram 636 acidentes contra 560 no mesmo período de 2019.

O comandante do BRPv, também aponta crescimento no número de vítimas fatais. “Outro dado que a gente observa, é o número de óbitos, já soma 25 a mais. Foram 45 de janeiro a agosto de 2019, e agora já são 70”.

Para o tenente-coronel Liziário Júnior, os acidentes de trânsito nas rodovias estaduais estão ligados à imprudência cometida pelos condutores. “A grande maioria dos acidentes fatais foi na grande maioria relacionada à imprudência, negligência, imperícia e irresponsabilidade”, ressalta o comandante destacando que a maior parte dos acidentes é cometida por motociclistas no interior do estado.

“Notamos que no interior do estado nesse período de pandemia tem aumentado o número de acidentes com vítimas fatais, praticamente duplicou. Motociclistas que saem da zona rural e pegam as rodovias sem o mínimo de instrução. Porque é totalmente diferente circular na zona rural e pegar uma rodovia. E esses acidentes, sobretudo, aconteceram na região Agreste”.

O comandante do BPRv ressalta que a região Agreste se destaca com números negativos, a fiscalização e orientação foram intensificadas. “Mapeamos algumas regiões crônicas que se destacam negativamente e intensificamos as ações. Cito como exemplo, esse feriadão da Independência só tivemos dois acidentes na região Agreste, e foram acidentes ‘tolos’ com colisão traseira. Um dado positivo é que não tivemos óbitos nesse feriado. Em Arapiraca, Igaci, Girau do Ponciano, Palmeira dos índios e outros, que têm muitos acidentes, estamos mapeando e trabalhando. Por isso, nosso policiamento está conseguindo reduzir os índices nessas localidades’’.

Ainda segundo o comandante, no interior as pessoas não estavam cumprindo a quarentena. “Muitas pessoas precisavam sair de casa para trabalhar, colocar o pão na mesa, e o fluxo nas estradas eram grandes. Para se ter uma ideia, só nos primeiros 50 dias de pandemia, tivemos 50 óbitos na região agreste – ou seja, é um número grande para um período de isolamento, quando as pessoas deveriam estar em casa’’.

Além disso, o comandante do BPRv  disse que nesse feriado da Independência foram 2.400 veículos que passaram pela AL-101 Sul em horário de pico entre às 12h e 14h, e maior ainda na AL-101 Norte foi maior com 2.800 veículos por hora. “Por lá o fluxo de veículos e pessoas foi maior que em período de Carnaval. Estamos trabalhando para combater esses índices e orientando os condutores sobre o equipamento de proteção individual [EPI], e cumprindo nosso papel que é de salvar vidas”.