Projeto de desenvolvimento sustentável ajuda o pequeno agricultor

Um projeto de desenvolvimento sustentável baseado em tecnologia de agricultura de baixo carbono, tem como intuito ajudar o pequeno produtor a partir da elaboração de algumas técnicas agrícolas. Segundo o Agrônomo Erivaldo Vasconcelos, mesmo em meio a estiagem que enfrentamos é possível garantir a economia da água e evitar emissões de gases de efeito estufa.

O projeto consiste no reaproveitamento da água da chuva que cai sob os telhados das casas, currais e outras edificações presentes na área do produtor. 

“A gente está em uma região que chove relativamente pouco, e temos que aproveitar toda a água que cai no telhado. A cisterna tem 16 mil litros, mas nesta casa ela recebe de chuva cerca de 25 mil que se perdem. O governador tem um programa para implantação de cisternas, e com isso as pessoas não aproveitam a água dos currais, dos galinheiros, isso é uma das ideias do projeto”.

De acordo ainda com Erivaldo, o biodigestor é uma das tecnologias usadas no projeto.

“Aqui estamos trabalhando com várias técnicas, o que chamamos de tecnologia de Agricultura de Baixo Carbono (ABC), uma dessas tecnologias é o biodigestor, que a partir dele aproveitamos o esterco animal, conseguindo assim dois produtos, sendo um deles o gás metano (gás), que ao invés de ir para a atmosfera e poluir, aproveitamos na cozinha”.

O segundo é o biofertilizante. “Com esse produto o agricultor não precisa comprar adubo. Basta misturar 50% esterco e 50% de água, pode adicionar cinza, açúcar, para aumentar a bactéria e assim começar a plantar”. 

Publicidade