Salários dos servidores do SAAE estão garantidos até a aposentadoria

O Prefeito Ronaldo Lopes voltou a se reunir com servidores do SAAE Penedo e confirmou a manutenção das garantias que apresenta, desde o início do diálogo com a categoria, que mantém sobre a concessão do abastecimento de água e tratamento de esgoto.

O salário de cada trabalhador efetivo da autarquia que não foi extinta e nem vendida está assegurado até a aposentadoria, reafirmou o gestor penedense nesta quarta-feira, 23, durante assembleia na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Penedo (Sindspem).

Ronaldo Lopes explicou novamente que o SAAE está preservado para atender povoados de Penedo, comunidades com população reduzida que ficariam desassistidas se ele não tivesse tomado essa decisão.

O acerto é comprovado ainda por dar uma nova missão ao SAAE: monitorar as obras de saneamento básico que serão feitas no município, R$ 140.000.000,00 (cento e quarenta milhões de reais) investidos em Penedo até 2033, prazo de conclusão do contrato com o consórcio denominado Águas do Sertão, liderado pela empresa Allonda Ambiental.

A autarquia passará por reforma administrativa para que se adeque à nova realidade, com número reduzido de pessoal, e remanejamento de servidores para outros setores da Prefeitura de Penedo que continuarão recebendo pelo SAAE.

“Eu disse que salvaria o SAAE e foi isso que nós fizemos. O salário de vocês está garantido, o patrimônio do povo de Penedo continua sendo nosso e os próximos investimentos que precisamos para sanear e melhorar a nossa rede de abastecimento serão feitos pela empresa”, afirmou Ronaldo Lopes, que respondeu todos os questionamentos na assembleia que contou com a participação de vereadores, assessoria jurídica do sindicato e representante da OAB.

O presidente do Sindspem, Jânio Oliveira, apresentou duas propostas que serão analisadas pela gestão e parabenizou a disponibilidade do Prefeito Ronaldo Lopes. “São poucos os que aceitam vir até aqui para debater diretamente com nós servidores”, afirmou o líder sindical.

Publicidade