Ovos artesanais aquecem mercado em Alagoas

Faltando poucos dias para a Páscoa, muitas microempreendedoras alagoanos que trabalham com a confecção de doces já começaram a produção de ovos artesanais gourmet e caseiros aproveitando a oportunidade da crescente procura pelos produtos para garantir uma renda extra.

A confeiteira Alícia Bernardo, da Docinhos da Lili, por exemplo, já têm algumas encomendas e ainda recebe novas até este domingo (10). “Já tenho algumas encomendas para os ovos de Páscoa e ainda estou aceitando novas até o dia 10 porque preciso me organizar para dar conta de todos os pedidos”, disse.

Segundo Alícia, a Páscoa é um período especial para ela porque consegue faturar mais de R$ 1.000 se for contar os pedidos do período e o pós-Páscoa. “Digo pós-período porque muita gente acaba não comprando antes, na data mesmo, e acaba solicitando dias depois. Então consigo arrecadar uns R$ 1.000 – este foi o valor do ano passado, que foi surpreendente já que estávamos em ano de pandemia”.

A jovem empreendedora lembra que iniciou as produções de doces e kits festas em 2017, mas os ovos apenas no ano seguinte. “Comecei por conta própria, assistindo vídeos no YouTube. Só em 2020 que comecei a investir de fato nesse ramo dos ovos caseiros. Fiz alguns cursos para me especializar, ter mais agilidade e técnicas novas para levar os melhores produtos aos clientes. Até porque nas datas comemorativas quem trabalha com esse tipo de produtos tem que sempre ficar buscando inovar, pois são datas que lucramos mais”, comenta Alícia Bernardo, acrescentando que os clientes podem fazer a retirada no local ou solicitar a entrega.

Para Alícia, as pessoas estão buscando mais estes produtos por possibilitar escolher sabor, recheios e tamanhos, além de ser mais em conta que os industrializados. “Avalio que existe muita procura sim, por serem produtos mais saborosos e por o cliente solicitar os ingredientes que lhes agradam, além de avaliarmos ser mais baratos que os ovos tradicionais encontrados nos supermercados”.

Este ano, Alícia tem ovos de diversos tamanhos e sabores, além dos infantis a partir de R$ 35, com maior preço de R$ 60. A divulgação é feita em suas redes sociais e o boca a boca, que para ela continua sendo ferramenta importante. “Além dos perfis nas redes sociais, friso muito o boca a boca, um amigo vai falando para o outro e assim mais pessoas acabam fazendo encomendas”, pontua.

Em Paulo Jacinto, Agreste do estado, a professora Ana Theresa, no ramo desde 2019, está otimista com as vendas para 2022. “Sempre criamos a melhor das expectativas. Essas vendas no período nos ajudam na renda de casa, quanto na aquisição de equipamentos que facilitará nosso trabalho para os próximos anos”, explica, ressaltando que a cada ano busca inovar nas produções. “Busco sempre não fazer igual, e esse diferencial está na qualidade dos produtos”.

Para este ano, a professora empreendedora disse que antes conseguia fazer uma boa margem de lucro, mas este ano complicou com os reajustes em vários itens. “Estamos com um preço absurdo nos produtos para produção, tive que diminuir a margem de lucro, pesando também no bolso do meu cliente. Foi impossível não reajustar, pois o valor referente ao ano passado, calculando hoje, seria basicamente o que estaria gastando de matérias-primas. Absurdo tamanho aumento nos produtos”, crítica.

Assim como Alícia, Theresa também usa a internet para divulgação de suas produções e ainda recebe encomendas. “Estamos agendando até durar os estoques das caixas, provavelmente até o sábado (16), estaremos agendando. Trabalho com tamanhos de 250g, 350g e 500g. Os preços variam entre 32 a 55 reais”.

Empreendedora também produz opções mais em conta para o período


A empreendedora Bárbara Cavalcante, 22 anos, também iniciou no ramo da culinária em 2017, mas antes disso, em época de escola já fazia alguns doces para vender entre os colegas. E nesta Páscoa, além dos ovos artesanais, ela inovou trazendo produtos que podem ser substituições aos ovos com valores mais em conta.

Bárbara inovou este ano com brownie e cenouras de chocolate I Foto: Edilson Omena

“Profissionalmente trabalho com produção de doces desde 2015, mas essa vai ser a minha segunda Páscoa – ou seja, bem recente. No entanto, estou tendo boa aceitação, até porque são produtos diferentes, ovos com brownie e recheios especiais. Isso chama a atenção”, disse Bárbara.

E outra novidade para os clientes, segundo a jovem, são os bolinhos de brownie e as cenouras de chocolates e outros produtos com o item principal da época. “Nesta época, o chocolate não pode faltar, mas estamos ainda em pandemia e muita gente não conseguiu se erguer. Por isso, além dos ovos, trouxe essas opções como a cenoura de chocolate trufado que custa R$ 10 apenas e os bolinhos de brownie e as caixinhas com estes chocolates no valor de R$ 20. Ótimas opções para a criança e até mesmo para festas de empresas e mesversário porque servem de lembrancinhas”, pontua.

Encomendas seguem com 50% do valor antecipado (Foto: Edilson Omena)



ENCOMENDAS

Quem quiser garantir o presente desta Páscoa, as encomendas no @browniedababi seguem até o dia 14, lembrando que é solicitado um adiantamento de 50% do valor. A retirada também pode ser feita no local ou pedido de entrega – a taxa é conforme a localização/distância. Os ovos têm variação de preço.

Assim com Alícia e Ana Theresa, Bárbara não abriu mão de se especializar e também usa o boca a boca e as redes sociais para divulgar seus produtos. “Sempre tive a iniciativa por conta própria, desde pequena já fazia. Mas, para melhorar cada vez mais, fiz alguns cursos. Eu sou apaixonada por culinária, inclusive cursei três períodos de gastronomia, precisei trancar, mas é minha paixão. E em relação à divulgação, as redes sociais hoje em dia é a maior ferramenta e até gratuita para isso, mas também considero o boca a boca muito interessante”, explica.

Publicidade