Em sua estreia pela Série B, CRB empata com o Vasco da Gama no Estádio Rei Pelé

O CRB fez sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série B na noite deste sábado (16) e saiu com um empate de 1×1 em partida realizada contra o Vasco da Gama no Estádio Rei Pelé. O Galo estreou em partida da segunda rodada porque o confronto da primeira com o Novorizontino foi adiado para 4 de maio por conta das finais do Campeonato Alagoano, que terminaram com o título alvirrubro.

O CRB foi superior no segundo tempo, mas desperdiçou as oportunidades, não aproveitou o momento em que mandou no jogo e viu o Vasco escapar de levar o segundo gol.

O Vasco agora tem dois pontos na Série B e ocupa a nona colocação. O CRB soma o primeiro ponto. O Gigante da Colina joga novamente fora de casa na próxima rodada. Na sexta-feira (22), os cariocas visitam a Chapecoense, às 21h30 (horário de Brasília), na Arena Condá. Já o CRB vai enfrentar a Ponte Preta, em Campinas, sábado, às 16h (de Brasília).

Contra o CRB, o Vasco teve um novo capitão, o zagueiro Anderson Conceição. Nenê, que se irritou na estreia na Série B, perdeu a braçadeira. Contra o Vila Nova, em São Januário, o experiente meia atirou a faixa de capitão no gramado ao ser substituído por Zé Ricardo.

O Gigante da Colina reencontrou o técnico Marcelo Cabo. Ele dirigiu o Vasco no ano passado, de março a julho, quando foi demitido em julho e deixou o time na oitava colocação da Série B.

O jogo

O Vasco tomou a iniciativa do jogo, mas viu o CRB marcar na primeira investida mais forte. O experiente Maicon, ex-Grêmio, achou Yago na área. Ele cruzou para Richard fazer 1 a 0, aos dez minutos. O clube carioca encontrava dificuldade para criar. O jeito, então, foi apostar na bola parada. Nenê cobrou falta e viu Diogo Silva salvar os donos da casa.

O Gigante da Colina, que insistia em lançamentos, conseguiu acertar na reta final do primeiro tempo e chegou ao empate. Lançado por Zé Gabriel, Nenê, pela esquerda, cruzou para Raniel fazer 1 a 1, aos 37 minutos. A arbitragem chegou a apontar impedimento do meia após a conclusão do lance, mas o VAR entrou em ação para corrigir o que seria um erro. Nenê estava em posição legal.

Nos acréscimos, o CRB assustou com Maicon, em chute perigoso para fora. O empate por 1 a 1 fez jus ao primeiro tempo, com dois vacilos defensivos, muita luta e pouca emoção.

O Vasco voltou para o segundo tempo com Erick, que fez sua estreia pelo clube carioca, no lugar de Gabriel Pec. Yuri Lara, após cobrança de lateral para área, emendou por cima. A resposta do CRB foi com Maicon. A finalização do volante saiu à direita, com perigo.

Thiago Rodrigues apareceu bem para salvar o Gigante da Colina. Maicon acionou Richard, que se livrou de Gabriel Dias e finalizou praticamente da pequena área. O goleiro do Vasco mandou para escanteio. Depois foi a trave que salvou o clube carioca. Após cruzamento da direita, Gabriel Dias desviou e quase fez contra. A bola tocou no poste.

Já Anselmo Ramon, da entrada da área, errou o alvo e mandou para fora. O CRB era significativamente superior. O Vasco “respirou” com bola parada. Nenê levantou para área e Edimar obrigou Diogo Silva a mandar para escanteio.

O CRB voltou a assustar. Anselmo Ramon girou na área e chutou, mas Anderson Conceição foi providencial e bloqueou a finalização. O ritmo da partida diminuiu e o empate persistiu no placar.

CRB 1×1 VASCO

Local: Rei Pelé, Maceió (AL)

Data: 16/04/2022, sábado

Horário: 19h (horário de Brasília)

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)

Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Edevan de Oliveira Pereira (BA)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira

Cartão amarelo: Marthã e Raul Prata (CRB) e Gabriel Pec e Zé Gabriel (Vasco)

Cartão vermelho:

Gols:

CRB: Richard, aos 10′ do 1ºT

Vasco: Raniel, aos 37′ do 1ºT

CRB: Diogo Silva; Raul Prata, Iago Mendonça, Gilvan (Diego Ivo) e Guilherme Romão (Reginaldo); Marthã, Yago (Wallace) e Maicon (Vico); Fabinho (Wesley), Richard e Anselmo Ramon. Técnico: Marcelo Cabo.

VASCO: Thiago Rodrigues; Gabriel Dias (Weverton), Quintero, Anderson Conceição (Zé Vitor) e Edimar; Zé Gabriel, Yuri Lara (Juninho) e Nenê; Gabriel Pec (Erick), Figueiredo (Lucas Oliveira) e Raniel. Técnico: Zé Ricardo.

Publicidade