Agreste Saneamento celebra uma década de atuação em Alagoas

Uma década de empenho e muitas conquistas: a Agreste Saneamento, empresa controlada pela Iguá, celebra dez anos de atuação em Alagoas por meio da Parceria Público-Privada (PPP) com a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). 

São cerca de 400 mil pessoas beneficiadas pelo trabalho de mais de 100 colaboradores que se revezam diuturnamente para garantir que a água chegue às torneiras com qualidade e confiabilidade.

Os resultados são expressivos e demonstram o comprometimento dos times da Agreste com os 10 municípios atendidos. Ao longo dessa década, o volume de água ofertado à população dobrou: de 1.500 m³/h em 2012 para 3.000 m³/h atualmente. Mais de 2,4 milhões de análises realizadas atestam que o líquido está em condições ideais para consumo. 

Além disso, alcançou-se a marca de 1,3 milhão de serviços prestados à comunidade – que vão desde leituras, padronização de hidrômetros, a novas ligações.

Outro dado que chama a atenção é o volume de água recuperada. Apenas entre 2019 e 2021 foram mais de 500 mil metros cúbicos que seriam desviados da rede, não chegando ao
destino esperado. As atividades desenvolvidas são periódicas e auxiliam no fortalecimento do consumo responsável, além de intensificar o controle do sistema.

Implantada em 2012, a operação da Iguá em Alagoas realizou aporte de investimentos, construções de novas unidades e melhorias das existentes, desenvolvimento de projetos e programas na área da sustentabilidade e responsabilidade social. A diretora geral da Agreste Saneamento, Angela Lins comemora os resultados. Ela destaca o compromisso da companhia com o desenvolvimento da região.

“São dez anos de muito trabalho e cuidado com a água e a população. Sabemos que o recurso possui papel fundamental na melhoria dos índices sociais, impulsionamento da economia e transformação social e temos um orgulho enorme de fazer parte desse projeto de mudança na realidade de tanta gente”, destaca a gestora.


O sentimento é compartilhado pelo presidente da Casal, Clécio Falcão. A parceria, segundo ele, tem gerado benefícios contínuos para a população. E os investimentos seguem em ritmo acelerado.

“Por meio da PPP entre a Casal e a Agreste Saneamento, revitalizamos o Sistema Coletivo do Agreste, que tem captação e ETA em São Brás e construímos um novo Sistema Coletivo, com captação em Traipu e ETA em Arapiraca. Assim, pudemos dobrar a produção e distribuição de água aos moradores das 10 cidades atendidas. Paralelamente a isso, estamos  fazendo investimentos complementares, de modo a melhorar a distribuição e, assim, garantir maior oferta aos usuários. Sabemos que água é saúde, é qualidade de vida e conforto para as pessoas”, pontua Clécio Falcão.

Reconhecimento


As conquistas refletem a preocupação no engajamento e excelência em todas as atividades executadas pela operação. Em 2021, foi eleita pela quarta vez consecutiva uma das
melhores empresas para se trabalhar em Alagoas.

Além do destaque obtido com o GPTW, a Agreste Saneamento foi reconhecida em nacionalmente duas vezes em 2021. Com o Prêmio Nacional de Qualidade no Saneamento (PNQS) pela eficiência nos processos recebendo o troféu “Quíron Bronze”, que demonstra compromisso com a excelência nos serviços prestados. Esta é a primeira vez que a operação da Iguá Alagoas participa. E também na 4ª edição do Prêmio Sustentabilidade, da Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (ABCON) sendo premiada nas categorias Inovação Técnica e Sociedade e Consumidores por duas iniciativas desenvolvidas no agreste alagoano.

Em 2020, o Instituto Trata Brasil, Organização Não Governamental (ONG) mais importante do setor no país, premiou a operação no evento “Casos de Sucesso em Saneamento Básico – Municípios e Parcerias Público-Privada”, juntamente com a consultoria GO Associados. Além da Agreste, outros sete exemplos positivos do país foram reconhecidos pelo esforço e avanço no acesso à água tratada, coleta e tratamento dos esgotos.

O Instituto do Meio Ambiente (IMA), elegeu em 2018 a operação da Iguá em Alagoas como uma das empresas que se destacaram na preservação ambiental.

“Os resultados são frutos de um esforço contínuo e da soma de programas institucionais geridos no âmbito da gestão de pessoas e valorização profissional, que envolvem aspectos como aperfeiçoar as rotinas de trabalho, otimizar o relacionamento interpessoal, promover inovação e engajamento”, esclarece Angela Lins.

Transformação social


Projetos como o Agreste Rural promovem impacto social e estão diretamente ligados à preservação ambiental. A iniciativa consiste na doação das mantas de polipropileno utilizadas no tratamento da água. Ao fim da vida útil na operação, as mantas são 100% reutilizadas por meio de doações para agricultores familiares. O material serve para a adoção de técnica conhecida como “mulching”, uma forragem do solo que visa à proteção das plantas. Com isto, conseguem uma economia de 40% na irrigação e produtos livres de agrotóxicos.

Ao todo, 22 agricultores familiares estão cadastrados e recebem periodicamente o item. O sucesso é tanto, que o projeto já foi tema de três pesquisas de Mestrado sobre a viabilidade e uma cartilha técnica produzida este ano pelos pesquisadores.

E não apenas as mantas são reutilizadas. O lodo gerado no tratamento da água também é reciclada e vira matéria-prima para a produção de tijolos ecológicos em duas olarias do interior do estado. A iniciativa faz parte de uma série de ações que a empresa desenvolve para gerar o mínimo de resíduo: atualmente, apenas os materiais orgânicos vão para o lixo, todo o resto ganha destinação sustentável.

No âmbito da educação ambiental, às crianças, adolescentes e adultos dos municípios atendidos pela Agreste são alcançados pelo projeto Agreste Itinerante e as visitas técnicas. Ambos explicam de forma personalizada a cada faixa etária a importância do cuidado com a água, os caminhos de captação e tratamento até às torneiras, além da necessidade de seu uso sustentável e preservação.

“É gratificante alcançar diversos segmentos das áreas onde atuamos e promover ações que façam a diferença na comunidade. Além destes, existem as doações de cestas promovidas pelas equipes e apoiadas pela Iguá, plantio de mudas, enfim, diversas iniciativas que formam uma rede de cuidado e comprovam o nosso compromisso em promover a transformação social”, salienta Angela Lins.

Sobre a Agreste Saneamento


A Agreste Saneamento, operação do Grupo Iguá, atua junto com a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) desde 2012 – através de uma parceria público-privada (PPP) – com duração de 30 anos. O objetivo é universalizar o acesso da população a água de qualidade e assegurar melhorias nos sistemas de abastecimento de 10 municípios da região agreste do estado, beneficiando mais de 377 mil pessoas. 

É considerada uma das melhores empresas para se trabalhar em Alagoas, de acordo com a pesquisa realizada pelo Great Place to Work Brasil (GPTW) nos anos de 2018, 2020 e 2021. Em 2020, recebeu o destaque nacional entre as 100 melhores empresas de pequeno porte do país pela Revista Pequena
Empresas, Grandes Negócios e GPTW. Também foi reconhecida pelo Instituto Trata Brasil como “Caso de Sucesso em Saneamento Básico”. Em 2021, recebeu o troféu “Quíron Bronze” no Prêmio Nacional de Qualidade no Saneamento (PNQS) pelo compromisso com a excelência nos serviços prestados. Já na 4ª edição do Prêmio Sustentabilidade da Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (ABCON) a operação da Iguá em Alagoas foi premiada nas categorias Inovação Técnica e
Sociedade e Consumidores por duas iniciativas desenvolvidas no agreste do estado.

Sobre a Iguá Saneamento


Companhia controlada pela IG4 Capital, a Iguá atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário por meio de concessões e parcerias público-privadas. Uma das principais empresas do setor no país, está presente em 39 municípios de seis estados brasileiros – Alagoas, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Paraná – com 18 operações que beneficiam cerca de 7,1 milhões de pessoas. A Iguá tem quatro pilares essenciais que orientam as ações socioambientais em todas as suas unidades, constituindo o planejamento estratégico SERR: Segurança hídrica; Eficiência na produção e distribuição de água; Responsabilidade na coleta e tratamento de esgoto; e Respeito às pessoas. 

Signatária da Rede Brasil do Pacto Global (iniciativa da Organização das Nações Unidas), a companhia assumiu publicamente o compromisso de zerar as emissões de carbono até 2030. Em 2021, ganhou reconhecimento pela excelência em gestão e serviços com o Prêmio Nacional de Qualidade no Saneamento (PNQS). No mesmo ano, foi eleita pelo quinto ano consecutivo uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW). Atualmente, emprega aproximadamente 1,8 mil pessoas. O nome Iguá é uma referência direta ao universo em que atua: em tupi-guarani, “ig” quer dizer água. www.igua.com.br.

Publicidade