PDT terá candidaturas coletivas para eleições deste ano; saiba mais

A executiva estadual do Partido Democrático Trabalhista (PDT) em Alagoas, por meio do diretório estadual, vai adotar, além das candidaturas individuais, para as eleições proporcionais deste ano, as candidaturas coletivas. O propósito do PDT é apresentar 28 candidatos para o cargo de deputado estadual, além das dez vagas para deputado federal.

Com isso, para disputar o cargo de deputado estadual, no formato de candidatura coletiva, o PDT em Alagoas vai apresentar um representante dos Movimentos Comunitários, das Mulheres, como pré-candidata, Vanda Menezes, enquanto que da Juventude, será Mateus Neri, o pré-candidato do segmento.

Para deputado federal, o PDT vai levar às convenções partidárias, que começam dia 20 de julho e se estenderão até o dia 05 de agosto, as pré-candidaturas de Enaura de Lima Fernandes, como representante das mulheres, Roberta Cavalcante, da Juventude, Carlos Pisca, da Guarda Municipal, e Isaac Silva de Lima, como representante da Saúde.

Nelson Tenório, secretário-geral do Diretório Estadual do PDT-AL, explica que o objetivo dessa proposta de candidaturas coletivas é fortalecer ainda mais a chapa proporcional não apenas na capital, como também no interior do estado.

Segundo ele, as candidaturas coletivas para eleições proporcionais (federal e estadual) nas campanhas eleitorais deste ano, possibilitam que integrantes de um mesmo partido façam um acordo e se mobilizem para conseguir votos coletivamente, tanto em Maceió, como em outros municípios alagoanos.

Publicidade