ARAPIRACA PARTICIPA, A PARTIR DA PRÓXIMA SEGUNDA (20), DOS 21 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

A partir da próxima segunda-feira (20), o município arapiraquense dará início aos 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher, campanha que busca conscientizar a população sobre os diferentes tipos de agressão contra meninas e mulheres em todo o mundo.

No Brasil, a campanha dá início durante o Dia Nacional da Consciência Negra e se estende até o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, momento de esclarecimentos e, ao mesmo tempo, chamado ao engajamento através da reflexão e atividades práticas de combate à violência.

De acordo com a secretária Municipal de Políticas Para a Mulher, Fabrícia Galindo, a campanha visa estimular ações para o alcance da igualdade de gênero e o empoderamento de todas as mulheres e meninas, em consonância com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), elaborado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Ainda segundo ela, a violência contra a mulher acontece nas mais diversificadas formas, nos mais variados espaços e é resultante de uma cultura de machismo estrutural, que afeta diversas camadas sociais.

“É necessário levar à toda sociedade as principais políticas públicas para o enfrentamento a quaisquer tipos de violência contra a mulher, seja ela física, sexual, moral ou psicológica. É se fazer compreender sobre a desigualdade de gênero; denunciar tais atos, quer seja dentro de casa, como no ambiente de trabalho; e tornar efetivas as leis de proteção e combate”, apontou a secretária.

Em Arapiraca, a gestão municipal tem disponibilizado diversos atendimentos às mulheres em situação de violência, no Espaço Viva Mulher, localizado na rua Antônio Barbosa da Silva, s/n, no bairro Canafístula, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Para mais informações, o espaço disponibiliza o contato (82) 9.9809-9037.

Percebeu algum sinal de violência doméstica contra a mulher, disque 180 e denuncie.

Publicidade