Petrobras reabre programa de estágio e oferece 180 vagas em dez Estados

Após quatro anos sem contratar estagiários, a Petrobras retomou seu programa de estágio com um processo seletivo lançado em maio de 2023. A companhia recebeu em outubro e novembro do ano passado um grupo de 200 estudantes, e agora reabre a seleção para mais 180 vagas, além da formação de um banco de reservas, informou a estatal.

As inscrições serão realizadas de 22 de janeiro a 3 de fevereiro e entre as etapas estão previstas prova objetiva online, vídeo entrevista e dinâmica de grupo online.

O programa segue uma série de oportunidades que vêm sendo anunciadas pela estatal desde que a nova gestão tomou posse há um ano. A companhia anunciou em agosto do ano passado que iria convocar 2.170 aprovados em dois concursos nacionais, de níveis superior e técnico, que estavam no cadastro de reserva da companhia, e lançou um concurso para 916 vagas para nível técnico.

As oportunidades de estágio são para os Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Norte, Bahia, Minas Gerais, Amazonas, Ceará, Pernambuco, Bahia e Sergipe. O processo seletivo contempla estudantes dos cursos superiores de diversas áreas, tais como: Administração, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Análise de Dados, Biologia, Ciências Contábeis, Direito, Economia, Engenharias diversas, Geofísica, Geologia, Jornalismo, Marketing, Oceanografia, Psicologia, Publicidade e Propaganda, Química e Tecnologia da Informação.

Há reserva de 30% das oportunidades para candidatos negros (pretos ou pardos) e 10% para pessoas com deficiência. O regime de trabalho será híbrido, com atividades home office e nas dependências da empresa. O regime do estágio será de 20 horas semanais, de segunda à sexta-feira.

A Petrobras oferece bolsa-auxílio mensal de R$1.825, vale-transporte (quando a empresa não oferecer transporte próprio), seguro contra acidentes pessoais, além de recesso remunerado de 15 dias a cada 6 meses, conforme prevê a legislação. A empresa também oferecerá cursos e treinamentos da Universidade Petrobras.

Publicidade