‘Kit Ressaca’: combinação à venda em farmácias é desaconselhada por farmacêuticos

Faltando apenas 08 dias para o carnaval, as farmácias oferecem em suas gôndolas o famoso “kit ressaca” que é uma combinação de medicamentos e substâncias que muitas pessoas utilizam para aliviar os sintomas do excesso de ingestão de álcool. Normalmente, as embalagens contêm medicamentos hepatoprotetores, antiácidos, antieméticos e analgésicos.

Mas a farmacêutica Naianny Nascimento explica que essa prática está em desacordo com as normas regulatórias vigentes, uma vez que a Anvisa proíbe a comercialização de kits não registrados, que reúnam diferentes tipos de medicamentos pois não há comprovação de segurança no uso dessas combinações. De acordo com ela o uso simultâneo desses medicamentos depois do consumo de bebidas alcoólicas pode acarretar aumento de efeitos colaterais, expondo a população a complicações como hemorragias gastrointestinais, irritação da mucosa do estômago e náuseas. 

“O conhecido ‘Kit Ressaca’ tem alta comercialização em drogarias por todo o país, principalmente, em períodos festivos como o carnaval. Embora muitos desses medicamentos sejam conhecidos como uma solução contra a ressaca, é importante lembrar que na própria bula deles há contraindicação da associação com bebidas alcoólicas. O próprio fabricante do medicamento que traz o slogan: um antes e um depois, por exemplo, desaconselha esse tipo de uso relatando o alto risco de sangramento intestinal, sonolência excessiva e problemas hepáticos”.

Publicidade