Censo: domicílios particulares representam mais de 80% dos pontos visitados por recenseadores em AL

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta sexta-feira (2), as coordenadas geográficas de todos os pontos visitados durante as operações do Censo 2022. É a primeira vez que essas informações estão disponíveis para a sociedade.

A coleta das coordenadas geográficas em todo o território é inédita no censo demográfico. A partir de agora, gestores, pesquisadores, empresários, ONGs e demais interessados podem ter acesso a uma visualização precisa de diversos aspectos urbanísticos, sociais e econômicos de regiões de interesse nos municípios, estados, e em todo o Brasil.

Cada coordenada geográfica, registrada por latitude e longitude, corresponde a uma espécie (tipo) de endereço visitado pelos recenseadores. Tais espécies são divididas em seis categorias, que mapeiam domicílios particulares e coletivos, edificações em construção ou reforma, além de estabelecimentos agropecuários, de ensino, saúde, religiosos, ou de outras finalidades (como comércio e serviços).

Alagoas

Em Alagoas, foram geradas mais de 1,6 milhão de coordenadas geográficas durante o Censo 2022. A maior parte corresponde aos domicílios particulares, que representam 81,2% de todos os endereços registrados pelos recenseadores.

O restante do perfil das coordenadas é composto por estabelecimentos de outras finalidades (11,26%); edificações em construção ou reforma (3,39%); agropecuários (3%); religiosos (0,54%); de ensino (0,3%); saúde (0,2%); e domicílios coletivos (0,06%).

No comparativo apenas entre os estabelecimentos mapeados, lideram aqueles destinados a outras finalidades (74%), seguidos pelos agropecuários (20%) e religiosos (4%). Estabelecimentos de ensino representam 2% desse total, e os de saúde existem em menor proporção (1%).

Mais de 111,1 milhões de coordenadas foram mapeadas em todo o Brasil.

Publicidade