Dantas já prefere Rui, mas Calheiros insiste em Rafael para disputa com JHC

Não chega a ser um embate entre os dois, governador e senador. Mas na ausência de um nome natural para representar o grupo (MDB, PSB, PT, PC do B e demais nanicos) na eleição municipal de Maceió, o consenso ainda não foi alcançado.

Dantas tem dito aos seus que o secretário Rui Palmeira, escondido em uma secretaria semiclandestina, lhe parece o candidato mais forte entre os palacianos.

Calheiros, por óbvio, sabendo das mágoas acumuladas entre ele e Palmeira (se detestam), insiste no deputado Rafael Brito, mesmo que lhe pareça fraco demais para o embate.

Palmeira resiste e pensa nas consequências em 2024 de uma possível derrota agora, principalmente depois do fiasco de 2022; Brito sonha com a candidatura, para ficar registrada no seu currículo. 

O ano eleitoral, é verdade, está só começando, e muito sangue – metafórico, creio – ainda vai rolar debaixo da ponte (que já foi detonada faz tempo).

Fonte : Blog Ricardo Mota

Publicidade