22 dos 25 vereadores querem continuar no mandato em Maceió

Ao menos 22 vereadores de Maceió devem tentar reeleição no pleito deste ano. Dos 25 detentores de mandato, atualmente na Câmara, a maioria absoluta confirma à reportagem da Tribuna Independente o interesse em permanecer na Casa por mais quatro anos.

Tendo retornado no final do ano passado ao cargo de vereador, Kelmann Vieira, que estava como secretário de Estado da Prevenção à Violência, no governo Paulo Dantas (MDB), está aguardando apenas a janela partidária para se filiar ao partido que é presidido no estado pelo senador Renan Calheiros. Vieira já deixou claro que continua como oposição ao prefeito JHC (PL) e se mantém disposto a fortalecer a bancada do partido na Câmara de Vereadores.

Cal Moreira e Eduardo Canuto, que não foram incluídos na lista de pré-candidatos anunciada na última quinta-feira (1) pelo Partido Verde (PV), confirmam que serão candidatos. Ambos estão alinhados com o prefeito e devem trocar de legenda até abril. Gaby Ronalsa que também é do PV, anunciou ainda em 2023 que vai não tentar a reeleição. A vereadora pretende se afastar da atividade pública para se dedicar à família.

Além de Gaby, apenas um apenas um declarou que não vai concorrer, o vereador Samyr Malta (PSD). O nome dele chegou a ser cogitado para concorrer à prefeitura de Mata Grande, município localizado no alto Sertão alagoano, mas ele recuou em dezembro, declarando apoio ao pré-candidato Wallysson Firmo. Segundo a assessoria, ele pretende cuidar da saúde. Os dois já anunciaram os nomes que apoiarão. Gaby lançou o irmão Milton Ronalsa (PSB), e Samyr defenderá seu filho, Cesar Neto.

Silvânia Barbosa (MDB) ainda não tem nada definido sobre o assunto, no entanto a parlamentar é cotada como uma das fortes candidatadas à reeleição. O marido, o deputado estadual Marcos Barbosa (MDB), é o principal responsável em manter as estratégias políticas da família na capital alagoana.

O vereador Marcelo Palmeira (PP) também tentará um novo mandato de vereador. Palmeira voltou à Câmara na última eleição após ter sido vice-prefeito de Maceió nos dois mandatos do ex-prefeito, Rui Palmeira (PSD), que atualmente é secretário de estado da Infraestrutura no governo Paulo Dantas.

Ou seja, até agora são candidatos os vereadores Aldo Loureiro (PP), Brivaldo Marques (MDB), Cal Moreira (PV), Davi Davino (PP), Dr. Valmir de Melo (PT), Eduardo Canuto (PV), Fábio Rogério (PSB), Fernando Holanda (MDB), Chico Filho (MDB), Galba Netto (MDB), João Catunda (PP), Joãozinho (PSD), Zé Márcio (MDB), Kelmann Vieira (PODEMOS), Leonardo Dias (PL), Luciano Marinho (MDB), Olívia Tenório (MDB), Pastor Oliveira Lima (REPUBLICANOS), Rodolfo Barros (PSB), Siderlane Mendonça (PL) e Teca Nelma (PSD).

Com a nova lei em vigência, a partir desse ano a Casa terá duas vagas a mais. São 27 cadeiras em disputa que ampliam as chances de renovação da Câmara de Vereadores. Já é perceptível tanto nas redes sociais dos vereadores quanto nas agendas que eles estão com a pré-campanha a todo o vapor.

Publicidade