Brasil supera marca de 2 milhões de casos de dengue em 2024

O Brasil ultrapassou, nesta quinta-feira (21/3), a marca de 2 milhões de casos de dengue em 2024. A informação consta na atualização mais recente do Painel de Monitoramento das Arboviroses, elaborado pelo Ministério da Saúde.

Ao todo, são 2.010.896 casos prováveis somente neste ano, entre diagnósticos confirmados e em investigação.

Até o momento, o país contabilizou 682 óbitos por dengue; outros 1.042 ainda estão sob investigação. O painel indica também que o coeficiente de incidência da doença no país é de 990,3 casos prováveis para cada 100 mil habitantes.

A unidade da federação com maior taxa de incidência é o Distrito Federal, que contabilizou mais de 161 mil casos somente neste ano, com incidência de 5.725,8 infecções a cada 100 mil habitantes.

O somatório de casos em 2024, segundo o Ministério da Saúde, apresenta um volume anormalmente alto. Na segunda-feira (18/3), o Brasil bateu um recorde, já que, em mais duas décadas, o país não registrava tantos casos de dengue em um só ano.

Dengue em alta

Segundo a ministra da Saúde, Nísia Trindade, o alto volume de casos tem relação com fatores como as mudanças climáticas e a circulação de mais de um sorotipo do vírus.

A dengue é um doença infecciosa febril aguda, transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti. O Ministério da Saúde estima que cerca de 75% dos focos do vetor da dengue estejam nos domicílios.

Confira algumas instruções da pasta para diminuir a proliferação:

– mantenha a caixa-d’água bem fechada;
– receba bem os agentes da saúde e os de endemias;
– amarre bem os sacos de lixo;
– coloque areia nos vasos de planta;
– guarde pneus em locais cobertos;
– limpe bem as calhas de casa; e
– não acumule sucata e entulho.

O Ministério da Saúde também tem realizado a distribuição das vacinas contra a dengue para municípios selecionados, direcionadas a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos. O esquema vacinal será composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

As doses foram enviadas para as seguintes unidades federativas: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia, Maranhão, Acre, Paraíba, São Paulo, Rio Grande do Norte e Amazonas.

Publicidade