Ministro destaca força da economia de Alagoas: “crescemos 6,5% no PIB”

“Olá pessoal, saíram os dados do crescimento econômico no Brasil e Alagoas foi destaque. Nós crescemos 6,5% no PIB, enquanto o Brasil cresceu 2,9%. Alagoas cresceu 6,5% mais do que o dobro do crescimento nacional”. Pelas redes sociais, o ministro dos Transportes e ex-governador de Alagoas, Renan Filho, destaca o desempenho da economia de Alagoas.

Os dados que o ministro usou (veja gráfico) são da plataforma Brasil em Mapas, divulgados na quarta-feira (20/03) e tiveram como referência informações do IBGE e estimativas do Banco do Brasil.

“Em 2023, o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil cresceu 2,9%, totalizando R$ 10,9 trilhões, de acordo com o IBGE. Os dados dos subnacionais vêm da projeção do relatório regional econômico 2023, do Banco do Brasil”, revela o Brasil em Mapas.

De acordo com o levantamento (veja mapa), todas as 27 unidades federativas tiveram crescimento positivo, sendo que 20 delas tiveram crescimento igual ou superior à média nacional. Os maiores destaques foram Mato Grosso (10,3%) e Tocantins (10,1%). Outros estados com maiores ganhos em 2023 foram Mato Grosso do Sul (6,6%), Alagoas (6,5%), Paraná (5,9%), Maranhão (5,7%) e Goiás (5,6%).

Para Renan Filho, o bom desempenho de Alagoas, melhor do Nordeste e o quarto maior do país, “é fruto da diversificação da nossa agricultura, do crescimento da indústria, do fortalecimento do comércio, do mercado imobiliário, que cresce a todo momento, da força do turismo e do empreendedorismo do nosso povo”.

O ministro destaca ainda o papel do governo no desempenho da economia: “Além disso, os investimentos que o governador Paulo Dantas tem feito têm ajudado bastante no crescimento de Alagoas também. Enquanto durante muito tempo a gente crescia muito pouco, abaixo da média nacional, agora a gente está entre os estados que mais crescem no Brasil”, aponta.

Nas redes sociais, Renan Filho destaca que “só três estados entre os vinte e sete estados brasileiros cresceram mais que Alagoas. Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins. Três estados que têm população semelhante à nossa, até menor um pouco, mas com áreas muito grandes. Crescem concentradamente na agricultura. Crescendo diversificadamente quem tem feito isso no Brasil hoje, em maior volume, é o estado de Alagoas”.

Publicidade