Macrozoneamento territorial será tema da II Conferência sobre a Região Metropolitana de Maceió

Macrozoneamento será o tema principal da II Conferência de Interesse Metropolitano promovida pelo Plano de Desenvolvimento Urbano e Integrado para a Região Metropolitana de Maceió (PDUI/RMM), que será realizada no próximo dia 16, a partir das 9h. O local do encontro, porém, ainda está sendo definido.

“A II Conferência encerrará a fase 2 dos trabalhos do PDUI/RMM, apresentando e discutindo o macrozoneamento, que é o instrumento prioritário da política metropolitana de regulação territorial e fundamental na leitura e construção do plano em diversas políticas públicas setoriais para região metropolitana”, explicou a coordenadora do PDUI/RMM, doutora em Assuntos Urbanos, Regina Dulce Lins.

Entre os estudos e levantamentos técnicos feitos pelos especialistas do PDUI/RMM, foram apontadas desequilíbrios do crescimento não organizado dentro dos 13 municípios que integram RMM: Atalaia, Barra de Santo Antônio, Barra de São Miguel, Coqueiro Seco, Maceió, Marechal Deodoro, Messias, Murici, Paripueira, Pilar, Rio Largo, Santa Luzia do Norte e Satuba.

“É gratificante e, ao mesmo tempo, desafiador, poder participar desse trabalho e fazer uma leitura sobre as ocupações urbanas. Se, por um lado, temos tantas riquezas naturais, áreas de mata, rios, por outro constatamos concentração de moradia de baixa renda, em alguns lugares, e de alta renda em outros, sem, necessariamente, ter uma articulação com a cidade e suas dinâmicas urbanas, problemas que resultam em grandes desigualdades sociais”, avaliou a arquiteta e urbanista, Edith Nogueira, uma das técnicas do PDUI/RMM.

FASE FINAL – Com a II Conferência de Interesse Metropolitano, no próximo dia 16, o PDUI/RMM se encaminha para finalizar os trabalhos, cujo texto do plano será enviado para o Executivo que, por sua vez, mandará Projeto de Lei para apreciação e votação do Legislativo.

Publicidade