”Vamos nos ferrar”: Presidente da Faeal desabafa e faz duras cobrança a pecuaristas

Álvaro Almeida, à frente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas (Faeal), não poupou palavras ao convocar os membros para agirem com urgência no processo de aquisição de vacinas contra a aftosa. 

Em um comunicado contundente, Almeida destacou a data limite iminente para a compra das vacinas, até terça-feira, dia 30, e a obrigatoriedade da declaração até 15 de maio. A cobrança não poderia ser mais clara: participação é obrigatória. 

Expressando séria preocupação com a notória falta de adesão ao Fundo de Apoio à Pecuária (FUNDAP), Almeida deixou claro que poucos pecuaristas se filiaram, ignorando a segunda exigência crucial do Ministério da Agricultura neste período crítico 

Em mensagem direta aos membros, Almeida deixou claro que não haverá desculpas aceitáveis: ou todos se comprometem com as obrigações estabelecidas, ou sofrerão as consequências. O presidente enfatizou que a ignorância não será tolerada, e a responsabilidade recai sobre todos os envolvidos no setor. 

“Companheiros, boa tarde! Desculpem o tom, mas é hora de encararmos a realidade: ou nos engajamos no processo de aquisição das vacinas contra a aftosa até 30/04 e declaramos até 15/05, ou estaremos nos colocando em uma situação ainda mais desfavorável. A falta de participação no FUNDAP é inaceitável. Se falharmos nisso, não haverá quem culpar, a responsabilidade será unicamente nossa. Não há espaço para ignorância ou desculpas nesta questão crucial para o nosso setor”.

Veja o comunicado abaixo: 

Publicidade